The stainless steel crown is replica watches also polished to show the exclusive charm of fake rolex watches the brand. It is designed with a rolex uk pit pattern around it to give you a first-hand feel and it is easy to swiss replica watches grasp the time and the calendar display.
NO MEIO DE TANTA INOVAÇÃO - Maria Inês Felippe
 
Selecione o seu Idioma   Seleccione su Idioma
After falling in replica handbags love with Beatrice,gucci replica handbag Pierre immediately worked hard. In 2009, after dropping out of college, he took over a hermes replica handbags construction company founded handbag replica by his father and became a replica handbags major shareholder. Later he became the vice president of the Monaco Yacht Club. Personally, it has reached 50 million US dollars.
  Mais artigos de Maria Inês Felippe

 

NO MEIO DE TANTA INOVAÇÃO
Por Maria Inês Felippe

         Gosto de vascular textos clássicos e poesias, sempre encontro respostas, perguntas, reflexões, inquietudes valiosas e resolvi separar este pedacinho para você.

         Texto de Graciliano Ramos

Sabe aqueles ambulantes que saíam pela cidade a afiar as facas?
Eu gostava de seu assobio estridente, das chispas de fogo fabricadas pelo metal contra metal, dos olhos infantis que admiravam o relampejar, das cozinheiras e arrumadeiras que, da janela, piscavam para o portuga, padroeiro dos degoladores de galinha.

... o afiador de facas, o pipoqueiro, o sorveteiro, o baleeiro, o leiteiro
... profissões populares que se foram com a rapidez que trouxe o auto-
móvel e o avião, esses aparelhos assassinos do século!

         Refletindo lembrei da seguinte cena:

         Estava com um grupo em treinamento de Criatividade e Inovação Pessoal e praticamos um ativador riquíssimo que é a autobiografia, tudo isso para entender o processo criativo personalizado.

         Os relatos da infância eram fantásticos, tais como: subir no pé de amora, brincar de bonecas, pião, pipas, criar seu próprio brinquedo com sucatas, quebrar a vidraça do vizinho, espiar no buraco da fechadura, na fase da adolescência, pular o muro do colégio para encontrar a amada, etc. etc. etc.

         Agora pergunto: será que não dá para criar sem matar? Pense nisso, até o próximo news.

Minha missão é treinar as pessoas para uma nação melhor. Vamos juntos?

Maria Inês Felippe: Palestrante, Psicóloga, Especialista em Adm. de Recursos Humanos e Mestre em Desenvolvimento do Potencial Criativo pela Universidade de Educação de Santiago de Compostela - Espanha. Palestrante e consultora em Recursos Humanos, Desenvolvimento Gerencial e de equipes, Avaliação de Potencial e competências. Treinamentos de Criatividade e Inovação nos Negócios. Palestrante em Congressos Nacionais e Internacionais de Criatividade e Inovação e Comportamento Humano nas empresas. Vice Presidente de Criatividade e Inovação da APARH.

Clique aqui para imprimir esse artigo  
  Mais artigos de Maria Inês Felippe
   
Página inicial