Selecione o seu Idioma   Seleccione su Idioma
"Minha missão é desenvolver pessoas
para uma nação melhor!."

Maria Inês Felippe é psicóloga, pós-graduada em Administração de Recursos Humanos e Mestra em Criatividade e Inovação Aplicada pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha. Realizou também o Training Course on Solving Human & Organizational Problems for Brazil, no Japão. É autora do livro 4 C’s para Competir com Criatividade e da Inovação, lançado no CONARH 2007, pela Editora Qualitymark, e co-autora de cinco livros.
Vice Presidente de Interação ABRHnacional com Academias.

Palestrante convidada da Faculdade de Fernando Pessoa (Portugal), professora de graduação e pós-graduação: FAAP, INPG (Instituto de Pós-graduação) e MBA- Instituto Chiavenato (SP). Professora convidada pela USP no “Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais”, do Centro de Aperfeiçoamento e Estudos Superiores da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Membro atuante em entidades como ABRH e ABTD. Criadora e Gestora do Prêmio APARH - Revista Vencer! de Criatividade nas empresas e do 1o Fórum de Inovação Aplicada ao Negócio. Além de ministrar palestras e treinamentos por todo o Brasil, realizou diversos trabalhos em países como: Angola (ONU), Venezuela, Argentina, México, Espanha, Portugal e Japão.

Há 27 anos atua na área de Recursos Humanos, Treinamento e Desenvolvimento, Marketing, Vendas e Gestão, utilizando em sua metodologia de trabalho a arte como ferramenta de desenvolvimento e a dominância cerebral. Mais de 52 mil pessoas já assistiram às suas palestras e treinamentos (abertos e in company) e ministrou aulas para mais de três mil alunos. Seu trabalho tem sido realizado em mais de 198 empresas dos mais diversos setores da economia, como: GM, Souza Cruz, ID Logistics, Belgo Mineira, Philips Morris, Astra, Sabesp,Solvi, entre outros.

Maria Inês Felippe desenvolve: Treinamentos gerenciais e de equipes; Diagnóstico das relações e ambiente de trabalho; Avaliação de Potencial, Competências e Desempenho; Gestão de Criatividade e Inovação; Coaching em projetos de gestão de pessoas; Palestras Motivacionais, vivenciais com conteúdo e cases praticados.

Um pouco mais sobre Maria Inês

  • No meu quarto tenho livros de poesia, romance e infantil, agora os mais significativos na minha vida são: Poliana Moça, Pequeno Príncipe, Branca de Neve e Sonhos de Uma Noite de Verão. Procuro ler sempre um livro por mês.
  • No meu escritório tenho livros técnicos, utilizo vários no mesmo dia, conforme a minha necessidade e sempre leio e releio “A Arte da Guerra” e “Estratégias e Sucesso nas Empresas”.

Não consigo passar em frente de uma livraria e não entrar para comprar um livro.

Já viajei bastante e quero viajar mais, mas:

  • Adoro ir para Salvador ficar sentada nas calçadas do Pelourinho e ver o mundo passar na minha frente.
  • Também curto muito a Espanha e a Itália, duas terras que fazem parte da minha história e que são calientes.

A frase de Einstein: "É incrível, conseguimos destruir um átomo, mas não destruímos os preconceitos".

Sou um trator. Quando defino um objetivo vou em frente. Procuro estudar muito para ensinar, sou entusiasmada e também crítica diante das coisas que a vida oferece.

Não sei esperar, não suporto pessoas lentas ao meu lado, sou muito adepta à frase do Geraldo Vandré: "...Quem sabe faz a hora não espera acontecer." Às vezes conto até mil, pois até dez não adianta.

Para trabalhos rotineiros!

Para criar, estudar e ensinar.

Não agite antes de usar, pois poderá causar uma explosão. Já sou agitada por natureza! Devo ser utilizada com muita seriedade, pois caso contrário viro um veneno.

Apesar de durona, sou super emotiva.

No meu desenvolvimento pessoal. Adoro estudar!

Além dos meus pais, ressalto o trabalho de Madre Tereza de Calcutá e do Betinho. Maravilhosos, até me arrepio!

Integridade

Caminhada e ficar sentada na beira da piscina batendo papo e tomando um algo.

Vim para este mundo para aprender e ensinar. Quando optei em desenvolver a minha carreira em treinamento meu pensamento foi: “Meus professores me ensinaram, agora eu tenho que retribuir”.

Isso ficou mais solidificado quando fiz a minha autobiografia e a imagem que vinha constantemente na minha memória era a de que eu brincava de professora.

É a minha terra! Gostaria que fosse melhor e acredito muito na frase de Victor Hugo: "Quando se abre uma escola, fecha-se uma prisão".

Não sei quem escreveu, mas quando li achei o máximo e sempre falo para as pessoas: "Quando achamos que sabemos todas as respostas, a vida muda a pergunta".

Shakespeare dizia que: "O mundo é um palco. Todos os homens e mulheres são atores e nada mais. Cada qual cumpre sua entrada e saída e desempenha vários papéis. Os atos da sua existência".

Cabe a cada um de nós descobrir o nosso papel e desempenhar da melhor forma possível!

 

Página inicial